Call us! 512-349-0334 or (877) INDUSOFT

Considerações ao Usar Dispositivos Móveis Inteligentes e uma Política BYOD (Traga seu Próprio Dispositivo)

Mais de 75% da população mundial já tem acesso à telefones e dispositivos portáteis. Com o aperfeiçoamento de tecnologias, um número crescente desses aparelhos são smartphones, e o mercado continua a crescer para dispositivos sempre conectados, como os tablets e tecnologia vestível. Plataformas SCADA e software IHM podem tornar aplicações para controles e dashboards mais fáceis do que nunca. Escolher como os usuários terão permissão de acesso ao sistema e como eles serão gerenciados é parte de uma decisão consciente que, engenheiros, desenvolvedores de sistemas e profissionais de TI devem considerar ao implementar novas aplicações ou modificações nos já existentes. Inúmeros fatores devem ser considerados, incluindo segurança pessoal, de produtos, corporativa; mobilidade do sistema, acesso, conveniência e eficiência operacional do usuário. Não há resposta certa ou errada na questão “Traga Seu Próprio Dispositivo”, mas certamente existem algumas aplicações em que a política de dispositivo pessoal pode ter um grande impacto positivo na produção e operações. Aqui estão alguns dos fatores mais importantes à considerar ao projetar sua política de BYOD:

 

Segurança Pessoal, de Processo e Empresarial: Em muitas aplicações industriais, dispositivos portáteis são simplesmente proibidos por razões de segurança, quer eles sejam dispositivos pessoais, ou bens de propriedade da empresa. Por exemplo, em instalações submetidas a 21 CFR Parte 11 , itens não controlado representam um grande risco de segurança e de contaminação. Permitir um telefone ou outro dispositivo não controlado em uma área de produção de alimentos poderia causar um desligamento da fábrica e potencialmente perder grandes quantidades de materiais ou produtos e impactar em horas de tempo de produção ocioso. Distrações por dispositivos pessoais também podem representar riscos de segurança em um chão de fábrica, como lidar com um telefone e/ou olhar para uma tela pode causar aos operadores de máquinas a perca do foco sobre o funcionamento da máquina ou alarmes, juntamente com a possibilidade de criação de muitas outras situações potencialmente perigosas ou problemáticas.

As tecnologias móveis têm grande potencial quando usados em sistemas SCADA, como uma IHM, visualização de dados, ou dashboard. Eles podem alertar os operadores de máquinas para processar ou ajustar problemas operacionais, permitem a visualização e reconhecimento de alarmes, acesso remoto para a equipe de manutenção, ou mesmo permitir a operação de máquinas e equipamentos a partir de uma distância segura no campo, ou por controle remoto. No entanto, as aplicações de sistemas de controle devem ser projetadas tendo a segurança e funcionalidade como objetivos primários do projeto.

1

 

Sistema de Segurança: autenticação do usuário ao sistema é fundamental para a segurança em locais de trabalho BYOD. Um sistema BYOD especialmente preocupado com a segurança pode empregar um conjunto de recursos que inclui um leitor de código de barras e / ou a funcionalidade GPS, se necessário, a fim de ser usado dentro de uma área de “contenção” de modo que o usuário autenticado pode ter acesso mais profundo ao sistema ou ao equipamento necessário. O departamento de TI da empresa pode fornecer potenciais BYOD uma lista de usuários BYODs conhecidos ou funcionalidades necessárias que operem em sua rede, se os funcionários decidem que querem ou precisam participar de um programa de BYOD.

Acessibilidade e Conveniência: Os maiores argumentos a favor de uma política pró-BYOD são a conveniência, eficiência operacional e funcionalidade. Operadores, permitindo que os gerentes de fábrica, e executivos visualizem os dados da planta a partir de um dispositivo pessoal, permitindo a tomada de decisão rápida e melhor manutenção do processo. Podendo melhorar a eficiência e a produtividade do operador oferecendo acesso remoto a equipamentos de difícil alcance, especialmente para operações de campo, tais como parques de reservatórios e estações de bombeamento remoto, com potencial para auxiliar na proteção e segurança dentro de muitos setores de infraestrutura crítica.

Fácil acesso a máquinas e dados de produção só é conveniente se o acesso pode ser entregue de forma segura para a grande variedade de dispositivos portáteis que os funcionários desejam usar. Portanto, uma mudança de paradigma na forma que os aplicativos e segurança de aplicativos são projetados devem ser empregados para que os dispositivos móveis, dispositivos inteligentes e BYODs sejam usado com segurança e corretamente dentro de um ambiente de processo ou planta, a fim de tirar proveito de suas inúmeras características únicas que de outra forma não estaria disponível usando qualquer outra tecnologia.

Comments are closed.