Português (Brasil)
Entre em contato conosco! (11) 3293-9139

Licenciamento

Licenciamento, Site Keys, Site Codes, e muito mais…

Ocasionalmente, usuários possuem dúvidas sobre o licenciamento dos produtos InduSoft.

A família InduSoft Web Studio oferece vários produtos que operam em uma variedade de plataformas. Nossos principais produtos são:


  • InduSoft Web Studio para Windows e Embedded Operating Systems
  • InduSoft EmbeddedView Runtime
  • InduSoft CEView Runtime
  • Indusoft Thin Client
  • InduSoft Secure Viewer
  • InduSoft SMA e Enhanced SMA para HTML5
  • Indusoft Device Drivers
  • InduSoft Add-Ons:
    1. Business Intelligence Dashboard Template
    2. Toolkits
    3. Gateways
    4. Import Wizards para PanelMate e PanelView
    5. Drivers para a Indústria Elétrica
    6. Informação para InduSoft DNP3 e IEC Drivers
    7. OPC XML
    8. Overall Equipment Effectiveness (OEE) Dashboard
 

Todos esses produtos requerem registro, alterações, ou adições em licenciamento para rodarem corretamente. Selecionando a correta configuração de seus componentes e entendendo os papéis de seus equipamentos, ajudará a determinar o modelo de licencimento necessário para cada equipamento.


I:  Selecione a Plataforma de Runtime para sua Aplicação

A primeira informação necessária é qual será a plataforma que a sua aplicação irá rodar. Possuimos três opções de plataformas:

  1.  Windows XP, Windows 2003 ou 2008 Server, e Windows 7.

    • Estes sistemas operacionais Microsoft são normalmente instalados pelo cliente final usando uma mídia removível.

  2. Sistemas Operacionais Embedded Standard como Windows Embedded Standard 7, ou Windows Embedded Standard 8.

    • O sistema operacional legado é o XPe

    • Equipamentos requerem um processador x86 ou x64.

    • A configuração comum desses equipamentos é um computador que possua um disco rígido, porta USB, porta Ethernet, e um drive de leitura.

    • O sistema operacional é normalmente instalado ou fornecido pelo fabricante do equipamento.

    • Estes equipamentos são normalmente usados como uma interface IHM/SCADA e possivelmente como uma unidade de armazenamento de dados.

  3. Windows Embedded Compact 7.

    • O sistema operacional legado é o Windows CE.   

    • Os tipos de processadores são ARM, Atom, e x86.

    • A cofiguração comum desses equipamentos é um computador que possua um Flash Drive usado para armazenamento, porta USB, e porta Ethernet.

    • A RAM e o processador destes equipamentos são mínimos

    • O sistema operacional é sempre instalado pelo fabricante do equipamento.

    • Estes equipamentos são normalmente usados como estações de trabalho de operadores com telas gráficas ao invés de scripts ou consultas a banco de dados, e possuem poucos Thin Clients.

 

II:  Selecione o Papel do Equipamento de Runtime

Se o seu equipamento for Windows XP, Windows 2003 ou 2008 Server, ou Windows 7, ele pode ter três papéis:

  1. Um equipamento de Runtime com capacidade de Desenvolvimento e alteração de aplicações.

  2. Um equipamento dedicado Runtime.

  3. Um equipamento dedicado de Desenvolvimento.

Se o equipamento for Embedded Standard (XPe, 7, or 8), ele pode ter dois papéis:

  1. Ele pode ter sido instalado com a plataforma de desenvolvimento.

  2. Ele pode ter sido instalado com o estilo “CE” do EmbeddedView Runtime.

Se o equipamento for Embedded Compact (Win CE, 7), ele pode ter somente um papel:

  1. Ele pode ter sido instalado com o CEView Runtime.

 

III: Determine o Número de Tags do seu Projeto de Runtime, o Nível da Licença e o Tipo de Projeto que você desenvolverá no futuro.

A) Selecione o Nível da Licença de Runtime da lista de licenças disponíveis para o seu equipamento.

B) Determine o papel da licença de Desenvolvimento.

Se você irá desenvolver um único projeto ou projetos similares em termos de tamanho e plataforma de destino, a licença de desenvolvimento precisará ser grande o suficiente para acomodar o tamanho do projeto atual e dos projetos futuros. Este tipo de licenciamento é geralmente dividido entre dois equipamentos: um equipamento de execução e um equipamento de desenvolvimento. 

Você pode dividir a licença entre duas Hardkeys: uma Hardkey para a licença de Desenvolvimento e uma Hardkey para a licença de Runtime.

C) Determine quantas tags serão necessárias

É importante determinar quantas tags serão necessárias no seu projeto para que você não tenha problemas no futuro. É igualmente importante entender como o InduSoft Web Studio conta as tags para que você possa fazer uma boa estimativa. Os níveis das licenças InduSoft dependem primariamente do número máximo de tags requeridos pela aplicação.

Cada tag é uma variável capaz de armazenar um valor independente, como por exemplo: “PressureTankA”, “TemperatureOver1”, “StateMotorC”, entre outros. Seguem abaixo as regras para contar tags no InduSoft Web Studio:

  • As tags criadas pelo usuário. As tags de aplicações ou projetos são diminuidas do limite máximo de cada licença. Porém, os System Tags, criados automaticamente para qualquer projeto, não são diminuidos do limite da licença (Time, Date, UserName, entre outros). Para ilustrar, se a sua licença possui um limite de 1.500 tags, a medida que você vai inserindo tags para desenvolver a aplicação, o limite total de tags da licença vai diminuindo (1.500 - número de tags usados = tags ainda disponíveis).

  • O número de tags não depende do tipo de dados suportado por cada tag (Boolean, Integer, Real, ou String).

  • A mesma tag pode ser configurada em várias interfaces e ela ainda contará como uma. Por exemplo, a mesma tag pode ser configurada em telas, gráficos de tendência, alarmes, OPC, e mesmo assim não modificará o número total de tags

    .
  • Qualquer tag criada para um projeto é diminuida do limite total da licença mesmo que ela não seja conectada com um equipamento exterior (por exemplo: CLP) via drivers de comunicação, OPC, etc. Em outras palavras, assim que uma tag é criada, ela automaticamente diminui o número total de tags da licença.

  • As variáveis VBScript são geralmente usada para manipular temporariamente valores baseados no cálculo. As variáveis VBScript podem ser usadas em qualquer interface VBScript do supervisório (VBScript tasks, Global Procedures, Graphic Scripts, Screen Scripts, etc.) e elas não diminuem do limite total de tags da licença.

  • Cada posição de array conta como uma tag pois armazena um valor independente. Por exemplo, uma tag configurada com três elementos de array diminui três tags (Tag[0], Tag[1], e Tag[2]).

  • Cada membro de uma classe de tags conta como uma tag pois armazena um valor independente. Por exemplo, uma classe de tags com dois elementos conta como duas tags (Tag.MemberA e Tag.MemberB).

  • A classe de tags configurada como array conta como o número de posições de array multiplicadas pelo número de membros. Por exemplo, a classe de tag com dois membros e configurada com três elementos de array conta como seis tags (Tag[0].MemberA, Tag[1].MemberA, Tag[2].MemberA, Tag[0].MemberB, Tag[1].MemberB, e Tag[2].MemberB).

 

IV:  Selecione o Método de Licenciamento

  • Hardkeys USB

  • Softkey para equipamentos que não possuem porta USB

 

V:  Instale e Registre a sua Licença

Hardkeys:

  • Simplesmente conecte a hardkey na porta USB de seu equipamento após a instalação do supervisório, porém em casos da licença ser EmbeddedView ou CEView, a hardkey precisa ser conectada antes do equipamento ser iniciado.

Softkeys:

Use um dos dois passos abaixo dependendo do equipamento a ser licenciado:

  1. Após a instalação do Indusoft Web Studio em um equipamento Windows XP, Windows 2003 ou 2008 Server, Windows 7 ou Embedded Standard, e antes da inicialização do ambiante de desenvolvimento, siga os passos abaixo:

    • Do seu Desktop Windows, selecione “Start” (Iniciar), “Programs” (Programas), e encontre o InduSoft Web Studio na lista de programas disponíveis. Se você possui versões múltiplas do InduSoft Web Studio instaladas, você deverá selecionar a versão que você quer licenciar, por exemplo “InduSoft Web Studio v7.1”, e clicar no “Register” para dar início ao processo.

    • Dentro do “Register” selecione “SoftKey”, “Change License”, selecione o adaptador de rede, e copie o “Site Code”.  Envie o “Site Code” e o número serial (NS) para info@indusoft.com.br ou para o representante InduSoft que está lhe atendendo. Você receberá um código chamado “Site Key”. Digite esse código no campo “Site Key” e clique em “Authorize”.

    • Após a instalação dos arquivos do sistema usando o agente local ou remoto no equipamento Embedded Standard ou Embedded Compact, selecione “Change License”, e copie o “Site Code”.  Envie o “Site Code” e o número serial (NS) para info@indusoft.com.br ou para o representante InduSoft que está lhe atendendo. Você receberá um código chamado “Site Key”. Digite esse código no campo “Site Key” e clique em “Authorize”.